Votos do utilizador: 5 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

No trabalho do dia a dia, encontrei o jornal do Agrupamento de Escolas de Valpaços que se intitula “Jornal Expressões”. Fiquei motivada para despertar as minhas emoções no rabiscar deste texto.

Ao longo da minha profissão, o meu contributo enquanto docente, dentro e fora da sala de aula, acaba sendo muito além da docência, passando, como se diz, “do oito para o oitenta”. Já com alguns anos de experiência no ensino básico, atrevo-me a dizer que nós, os profissionais de educação, somos vistos como referência comportamental diante dos alunos, em relação a atitudes, sentimentos e emoções. 

No decurso da minha carreira, tenho feito formação contínua a qual me tem sido muito útil na aquisição das competências necessárias com o propósito de aprimorar a prática pedagógica. A cada dia, observo situações para as quais, por vezes, sinto que não estou preparada.  A inteligência emocional de que tanto se tem vindo a apregoar, surge, para mim, diante este cenário, como um porto de abrigo, forçando-me a analisá-la com sabedoria.  É na sala de aula que o professor poderá estabelecer um canal bastante profícuo e compreensível para estimular a interação equilibrada dos sentimentos. No dia a dia, os alunos oferecem ao professor uma mão cheia de surpresas, que devem ser vistas como uma oportunidade de potencializar o controlo emocional e identificar pontos de melhorias. O ritmo intenso a que o professor é sujeito requer agilidade no processo de organização das aulas, preparação das mesmas, diferenciação, avaliações, lançamento de notas, projetos, e muitas outras atividades que às vezes o tiram da necessária autoavaliação comportamental. 

Um clima benéfico para a aprendizagem deve pautar-se nas relações de respeito, equidade, confiança, cooperação e entusiasmo entre docentes/discentes e a respetivas lideranças, levando tempo, a que cada professor o possa descobrir…

Prof.ª Manuela Chaves

Sobre Nós

Bem-vindos ao Jornal Online "Expressões", o único que te vai manter a par de todas as notícias do Agrupamento de Escolas de Valpaços.
expressoes@alunos.aevalpacos.pt
@je.expressoes
@je.expressoes

Contactos

Escola Secundária de Valpaços (Sede)
Avenida Estádio da Cruz
5430-461 Valpaços – Portugal
(+351) 278 717 163
aev@aevalpacos.pt

O Agrupamento

O Agrupamento de Escolas de Valpaços é constituído pelas escolas: Escola Secundária de Valpaços (Sede); Escola Básica Júlio do Carvalhal de Valpaços; Centro Escolar de Valpaços; Escola Básica José dos Anjos de Carrazedo de Montenegro; Escola Básica de Lebução; Escola Básica de Vilarandelo; Jardim de Infância de Argeriz; Jardim de Infância de Veiga de Lila.